5 formas simples de pensar o conteúdo online

1 – Jornalismo, publicidade e comercial num balaio só: comunicação.

Conteúdo é tudo o que se faz na internet. Abrange coisas como notícias, imagens, informe publicitário e estatística. O publicitário ou jornalista agora é profissional de comunicação, porque tudo passou a ser produto. E o público-alvo deixou de ser apenas consumidor e passou a ser mídia.

Tudo na web é conteúdo, tudo é comunicação
Tudo na web é conteúdo, tudo é comunicação

2 – Forma e conteúdo.

Você pode ter um bom produto ou conteúdo dos mais relevantes. Mas vai perder em retorno e audiência se não dominar bem a forma de repassar a informação ao usuário. Nessas horas, diversificar as mídias – imagem, texto, vídeo – ajuda muito. O ideal é saber como embalar o conteúdo.

3 – Não existem mais furos ou novidades.

Seu conteúdo bombástico está a um dedo de distância da concorrência – ou até menos. Publicar algo em primeira mão, na internet, seria semelhante a entender que entrar para o comércio físico significa apenas abrir as portas da loja. O trabalho da concorrência é o capturar a audiência. Se ela fizer isso melhor do que você, de nada adiantará lançar um conteúdo em primeira mão. O usuário não será fiel.

4 – Mas existe fidelidade na web?

Existe sim, embora estabelecida numa relação bastante frágil. O que a mantém é o diferencial, a segmentação, a exclusividade e o atendimento. Nesse último caso, para ser mais objetivo, citaria por exemplo fator como a usabilidade do site.

Na web tudo pode desmoronar em um segundo.
Na web tudo pode desmoronar em um segundo.

5 – Arquitetura

Este item não se refere à arquitetura da informação. Tem a ver com a dificuldade que se enfrenta para criar uma imagem de confiança e intimidade com o usuário. É uma construção planejada no dia a dia. Engloba coisas simples, que vão desde a periodicidade (na publicação de conteúdos, por exemplo) até elementos mais complexos, como o conhecimento de ferramentas que agilizam e tornam mais amigáveis o relacionamento com o usuário.

Comunicação online é fazer uso da chamada “Teoria do Homem Médio”. Algo como atuar o tempo todo como uma balança que busca o equilíbrio no comportamento humano. Ter bom senso, pois será sempre mais fácil demolir do que construir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *